Familiares marcam protesto contra morte de menino em frente ao Habib’s

João Victor sofreu parada cardiorrespiratória (Foto: Arquivo pessoal)

Manifestação vai acontecer às 19h desta quinta-feira (02/03) em frente à lanchonete onde garoto foi morto no domingo

João Victor sofreu parada cardiorrespiratória (Foto: Arquivo pessoal)

A entrada da unidade da Vila Nova Cachoeirinha da rede de fast food Habib’s será palco de um protesto de amigos e familiares do menino João Victor Souza de Carvalho, 13 anos. O adolescente morreu na noite do último domingo (26), com uma parada cardiorrespiratória, depois de ter sido perseguido por seguranças da lanchonete. À polícia, uma testemunha disse que viu o menino apanhando do funcionário.

A manifestação, organizada pela União dos Coletivos Pan Africanistas, está prevista para acontecer a partir das 19h desta quinta-feira (2/03), em frente ao fast food localizado na avenida Itaberada, 5015.

O pai do jovem, Marcelo Fernandes de Carvalho, 42 anos, espera que o ato seja feito “em paz”, mas acredita que o caso só será esclarecido com as imagens das câmeras de segurança.

João Victor morava com o pai desde cinco anos de idade, quando Marcelo se separou da mãe do jovem. O pai do adolescente afirmou que o filho “nunca teve nenhum problema de coração, infarto, nada”.

Comentários

Comentários

Enviar um comentário