Nova chacina mata quatro em Osasco; seis são assassinados em uma semana

Três suspeitos em uma Parati cinza atacaram cinco jovens, um sobreviveu; local fica a pouco mais de 1 km do ataque ocorrido no dia 4 de abril, com dois mortos

Policia Militar encontrou as duas vítimas fatais caídas no chão. Foto: Reprodução

Quatro pessoas foram mortas e uma ficou ferida em uma chacina na madrugada desta terça-feira (11), no Jardim Conceição, em Osasco, município na Região Metropolitana de São Paulo. As vítimas tinham entre 20 e 35 anos e foram alvos de disparos efetuados por três suspeitos dentro de um veículo.

Ozias Pereira e Fernando de Moraes, ambos de 35 anos, Rogério Raimundo Rocha de Souza, de 21, e Danilo Denis das Dores, de 20, estavam na rua Orlando Torres, por volta de 2h30, quando foram baleados. Os suspeitos usaram uma Parati cinza na ação, feita com rostos cobertos por tocas ninja.

Ozias e Rogério morreram no local, enquanto Danilo foi levado para o Hospital Regional de Osasco e Fernando foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), conduzido à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Conceição e, posteriormente, ao Hospital Municipal Antônio Giglio. Mas eles não resistiram aos ferimentos.

 

Chacina ocorreu na rua Orlando Torres, na altura do número 161. Foto: Reprodução/Google Street View

Uma quinta vítima sobreviveu após correr para avenida Vitor Civita e pedir socorro. Atingido por diversos tiros, o homem deu entrada no Pronto Socorro Santo Antônio e foi transferido para o Hospital Municipal de Osasco. Ele relatou ter havido dois ataques: primeiro um contra Fernando, Rogério e Ozias, e, posteriormente, ele e Danilo, distantes 500 metros da primeira rajada de tiros, foram atacados.

A perícia encontrou 15 cápsulas vazias de calibre 38 no local da chacina. O caso será investigado pelo Setor de Homicídios da polícia de Osasco, com B.O. registrado na Delegacia Seccional da cidade.

Este é o segundo caso similar em menos de uma semana. Na madrugada do dia 4 último, dois jovens foram mortos em um bar na rua Projetada por homens encapuzados também dentro de um carro — veículo preto, segundo testemunhas. O local fica a 1,2 km do ataque que vitimou quatro pessoas nesta terça-feira (11).

 

Nova chacina ocorreu pouco mais de 1 km de onde aconteceu o primeiro ataque, no dia 4 de abril. Foto: Reprodução/Google Maps

No dia 2, um policial militar tentou interromper um baile funk na avenida dos Trabalhadores quando foi baleado. A Polícia Civil confirmou o caso, mas não associa os crimes, a princípio.

Procurada por meio de sua assessoria de imprensa, a empresa terceirizada CDN Comunicação, a SSP (Secretaria da Segurança Pública), que tem à frente o secretário Mágino Alves Barbosa Filho, nesta quarta gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB), não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Às 21h06 de 11/04, a CDN Comunicação e a SSP da gestão de Geraldo Alckmin (PSDB) enviaram a seguinte nota à Ponte Jornalismo:

“A Polícia Civil de Osasco informa que o Setor de Homicídios da Seccional instaurou inquérito policial para apurar a morte de quatro homens, dois de 35, um de 20 e outro de 21 anos de idade, na madrugada desta terça-feira (11), no bairro Conceição. Um quinto baleado foi socorrido e permanece internado no Hospital Municipal. Familiares das vítimas estão sendo ouvidos e os policiais da unidade estão nas ruas levantando eventuais imagens que possam ajudar nas investigações”.

Comentários

Comentários

Enviar um comentário